playlist Music

segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

JASON MILES/INGRID JENSEN – KIND OF NEW (Whaling City Sound)




Primeira coisa: “ Kind of New” não é instruída por “Kind of Blue” de Miles Davis de 1959, mas, antes, à música eletrificada do progressivo “Bitches Brew”. Jason Miles, um tecladista que trabalhou com Davis em poucos dos seus últimos projetos, expõe em seu ensaio introdutório que o trabalho de Keith Jarrett, “Rhodes”, com o trompetista providenciou a inspiração para esta abordagem. Porém, ainda não é moderno o bastante para descrever o que ocorre esteticamente aqui: Esta música elaborada no espírito do falecido Miles Davis, mas é muito mais do seu próprio tempo.


Jason Miles não poderia ter um parceiro mais simpático que a trompetista Ingrid Jensen, uma intrépida, propulsiva—e poderosamente funkeada— instrumentista. Eles examinam vários estilos e tempos: “The Faction of Cool” move-se gentil e deliberadamente, Miles mais Jimmy Smith que Jarrett , sob as linhas suavizadas de Jensen. Mais outras tomadas são incendiárias: “Close to the Action” e “Street Vibe”, a última escrita por Miles e Tom Harrell, estão entre várias faixas que também destaca o saxofonista Jay Rodriguez; ambos vão suingar imediatamente e firmemente , dando a Jensen ampla oportunidade para soprar firme.

“Seeing Through the Rain”, coescrita e apresentando Jeff Coffin nos saxofones, também se desdobra calmamente, um balanço vagamente tropical com núcleo. Apresenta a percussão de Cyro Baptista e duplica nos bateristas e baixistas. “Sanctuary” de Wayne Shorter, que brilhou em “Bitches Brew”, é toda ondas, explosões e vibrações. Por razões óbvias é mais evocativa do som inicial eletrificado de Davis, plena de revelações. Assim, como o resto de “Kind of New”, é uma espécie de agora.

Faixas: Interlude; The Faction of Cool; Super City; Shirley; Film Noir Interlude; Ferrari; Seeing Through the Rain; Close to the Action; Kats Eye; Street Vibe; Twilight Interlude; Sanctuary

Músicos: Jason Miles: teclados; Ingrid Jensen: trompete; Jay Rodriguez: saxofones barítono e soprano, clarinete baixo (2, 5, 7, 8, 11, 12); Jeff Coffin: saxofones tenor, barítono e soprano (7); James Genus: baixo (7); Jerry Brooks: baixo (5, 11,12); Amanda Ruzza: baixo (2, 3, 8); Adam Dorn: baixo (7); Nir Felder: guitarra (9); Gene Lake: bateria (4, 7); Brian Dunne: bateria (3, 7); Mike Clark: bateria (5, 11, 12); Jim Wilson: bateria (2), percussão (1, 5, 6, 8, 11, 12); Steven Wilson: programação de bateria (9); Cyro Baptista: percussão (7)

Para conhecer um pouco deste trabalho, assistam ao vídeo abaixo:

 
Fonte: Jeff Tamarkin (JazzTimes)

Nenhum comentário: