playlist Music

sexta-feira, 20 de abril de 2018

ANIVERSARIANTES - 20/04


Avishai Cohen (1971) – baixista,
Beaver Harris (1936-1991) - baterista,
Burt Bales (1916-1989) - pianista,
Joe Bonner (1948) – pianista,
Lionel Hampton (1909-2002) - vibrafonista,
Matt Brewer (1983) – baixista,
Ran Blake (1935) - pianista,
Rildo Hora(1949) – gaitista,violonista (na foto e vídeo) http://www.youtube.com/watch?v=5u5WE4bYgNQ,
Tito Puente (1923-2000) - percussionista

quinta-feira, 19 de abril de 2018

JAMISON ROSS – ALL FOR ONE (Concord Jazz)


Embora a história do jazz esteja levemente empoeirada com bateristas que poderiam cantar—Buddy Rich, Grady Tate—nenhum, cujo talento e perspicácia vocal eclipsa sua habilidade no instrumento, salta à mente. Não até Jamison Ross. O natural da Flórida 30 anos, que agora chama de lar New Orleans, alcançou suas insígnias atrás da cantora Carmen Lundy e venceu a competição internacional de bateria do Monk Institute em 2012. Porém, quando veio o tempo para gravar seu álbum de estreia, “Jamison” de 2015, ele insistiu em cantar e tocar, estabelecendo um lugar para sua voz. 

Não surpreendentemente, o tranquilo lançamento de Ross outra vez enfatiza seu vocal com profundo suporte agradável com seus companheiros de excursão: o guitarrista Rick Lollar, o organista Cory Irvin, o pianista Chris Pattishall e o baixista Barry Stephenson. Para iniciar, Ross oferece uma vibrante saudação para sua cidade adotada com uma travessura divertida através de “A Mellow Good Time” de Allen Toussaint originalmente tornada famosa por Lee Dorsey. Ele encerra com uma igual exuberância, só com Irvin em “Let’s Sing Again” de Fats Waller. Através das 13 faixas, incluindo hábeis interpretações “Don’t Go to Strangers” (bem raramente interpretadas por vocalistas masculinos), “My Ship”, a agradavelmente maliciosa “Everybody’s Cryin’ Mercy” de Mose Allison e uma poderosa leitura do nascido Big Easy, amor sobre a conflitiva faixa título, ele fortemente evoca outro celebrado nativo de New Orleans, o grande jazz tingido de R&B do estilista Aaron Neville.

E Ross toma significantes passos largos para frente como um compositor. Duas cartas para sua esposa, Adrienne—a terna “Unspoken” e a funkeada “Call Me”—são compensadas pela edificante propulsão sócio-político de “Keep On” e a sonante e salvadora “Tears and Questions”.

Faixas 
 
1 A Mellow Good Time  4:19      
2 Unspoken 3:32             
3 Don't Go To Strangers 5:20     
4 Away 3:15      
5 Everybody's Cryin' Mercy 3:34              
6 Safe In The Arms Of Love 4:12              
7 Tears And Questions 2:21       
8 Keep On 2:56                
9 All For One 4:37           
10 Call Me 4:05               
11 True Love Interlude  0:31      
12 My Ship 4:42              
13 Let's Sing Again 2:54

Para conhecer um pouco deste trabalho, assistam ao vídeo abaixo:

               
Fonte: Christopher Loudon (JazzTimes)

ANIVERSARIANTES - 19/04


Lucas Pino (1987) - saxofonista (na foto e vídeo) http://www.youtube.com/watch?v=pkf0OKtO0A8,
Tommy Benford (1905-1994) - baterista